NOSSA MISSÃO

PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO

exposição

MENSAGEM INICIAL

SE A CRIANÇA

"Se a criança vive com críticas, aprende a condenar.

Se a criança vive com maus tratos, aprende a brigar.

Se a criança vive com zombarias, aprende a ser tímida.

Se a criança vive com humilhação, aprende a se sentir culpada.

Se a criança vive com tolerância,  aprende a ser paciente.

Se a criança vive com incentivos, aprende a ser confiante.

Se a criança vive com retidão, aprende a ser justa.

Se a criança vive com elogios, aprende a apreciar.

Se a criança vive com aprovação, aprende a gostar de si mesma.

Se a criança vive com aceitação e amizade, aprende a encontrar amor no mundo". (Valdeci Ferreira Lemos)

 

PARTE I - MISSÃO EDUCACIONAL

  • Buscar na interação entre aluno/professor/família e a comunidade, um saber crítico, reflexivo, contextualizado e prazeroso.
  • Pensar o aluno nos aspectos cognitivo, social, afetivo e motor.

 

OBJETIVO INSTITUCIONAL

  • Formar indivíduos conscientes, participativos, críticos, expressivos, que saibam se relacionar com respeito, justiça, sabedoria e dignidade.

 

OBJETIVOS DO ENSINO FUNDAMENTAL

  • Despertar nos alunos a consciência de cidadania com exercício de seus direitos e deeres nos aspectos: político, civis, sociais e de ações coletivas.

OBJETIVOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL

  • Proporcionar situações adequadas ao processo de desenvolvimento da criança, de modo a possibilitar uma atuação autônoma do indivíduo em seu meio através de vivências afetivas e cognitivas.

PERFIL DO ALUNO = AUTORRETRATO

  • Sujeito do própio aprendizado, que saiba valorizar a educação como acesso social aos bens culturais em nossa sociedade.

PERFIL DA FAMÍLIA

  • Co-participativa de todo o processo educacional dentro e fora da escola.

 

PERFIL DO PROFESSOR

O trabalho de capacitação de professores é feito mediante a concepção de formação continuada; orientações pedagógicas individuais e coletivas; reuniões pedagógicas, seminários desenvolvidos dentro e fora da escola; grupos de estudo e discussões coletivas, etc.
"No bojo da proposta vivenciar...
... que o saber se constrói e não se transmite;
...que aprender inclui prazer;
... que se aprende mais e melhor na troca
entre iguais, o que implica o trabalho por grupo de alunos;
...que o corpo é a sede das aprendizagens e que o equilíbrio
entre atividades
corporais e intelectuais
é indispensável".

A Instituto Cultural Sempre Jatobá privilegia em seu quadro de professores:

  • Pessoas responsáveis, que criem relações afetivas com os alunos, inspirem confiança, alegria e tranquilidade;
  • Sejam mediadores, orientadores, investigadores, observadores do processo da construção do saber e que sobretudo, amem o que fazem.

 

PRESSUPOSTOS QUE NORTEIAM O TRABALHO PEDAGÓGICO

Capacitar o aluno para:

  • pensar, refletir, construir, investigar;
  • exercer a democracia;
  • valorizar experiências diferenciadas dentro e fora da escola;
  • exercitar a solidariedade dentro e fora do grupo.

 

FUNDAMENTOS POLÍTICOS SOCIAIS

A escola é uma instituição social, e como tal, o seu papel é estar aberta a
todas as possibilidades de encontro: encontro de indivíduos com concepções de mundo e culturas diferentes uma das outras; criando um ambiente para que neste encontro as diferenças possam ser mostradas e vividas de maneira respeitosa, possibilitando as trocas e o desenvolvimento de todos aqueles que participam desta comunidade.
Rui Edmar Ribas caracteriza a escola que procuramos realizar:

Uma escola onde a 6ª feira ... vontade de 2ª feira;
O elogio, o sentimento transmitido pelo sorriso, jamais formal e cerimonioso;
O prazer encontrado no servir;
O errado a busca do certo;
O certo, o canteiro onde florescem dúvidas;
As dúvidas, uma oportunidade para novas descobertas;
As descobertas; o caminho da liberdade;
A liberdade, o exercício consciente da responsabilidade;
A responsabilidade, uma razão de ser ...LIVRE.
Imagine uma escola permeável, transparente, lúcida, luzidia, em sintonia com a dinâmica do SER e do UNIVERSO.
Imagine uma escola que adota o CRESCERMOS JUNTOS como filosofia de trabalho.
Imagine uma escola criativa - atuante - presente - pulsante - consciente .
Imagine uma escola em que o aluno tenha cabeça bem formada e não cabeça bem cheia.
Imagine uma escola em que o professor avalie o que o aluno sabe e o oriente para o que não sabe.
Imagine uma escola em que:
Não haja confronto ou ruptura, mas divergência e bom senso; nos orgulhamos em assumi-la e nela estudarem nossos filhos;
O aluno... um nosso filho, um nosso amigo e realmente um nosso aluno
não haja vícios, paredes: toda limpa e florida;
os pais não sejam omissos e indiferentes;
sem rancor, ódio, fingimento, desamor;
sempre haja uma saída para os problemas.
Imagine uma escola, de alunos especialistas, auxiliares, pais e professores.
Imagine uma escola em que jamais se reconheça que o professor é bem remunerado, mas não se admita o pessimismo, o conformismo, o fatalismo, como respostas.
Imagine uma escola sem palavras tais como:
tapado - danado - incompetente - desmiolado - bobo.
Imagine uma escola:
• onde o aluno chegue com brilho nos olhos, mente e coração abertos, mãos estendidas e com uma vontade infinita;
• voltada para o Leste, para a Luz, para a sabedoria;
• onde são plantadas e cultivadas as sementes da disciplina, do estudo, da solidariedade, da perseverança, do amor, do saber;
• em que o aluno é aluno, em formação, mas sensível e aberto para ser lapidado, orientado, educado;
• em que o professor nunca chegue, mas sempre esteja.

 

IMAGINE QUE NÃO IMAGINOU NEM FANTASIOU

Esta escola existe... Nós do Instituto Cultural Sempre Jatobá, acreditamos na liberdade de expressão, em todas as formas - artística, literária, científica, crítica - e estimulamos as trocas entre os indivíduos. Nossos alunos sempre têm vez e voz; mas por outro lado, têm claros os limites demarcados no campo do outro, respeitando o direito de quem está ao seu lado. Compreendemos que nossa maior função é formar cidadãos éticos, políticos, criadores de cultura, mas que apercebam como inconclusos, como pessoas que "ainda não foram terminadas - as que vão sempre mudando". Com diz Guimarães Rosa.

 

 Obs: O PPP (Projeto Político Pedagógico está disponível para leitura na secretaria da escola). Pedimos a gentileza de quando se fizer necessário a leitura do mesmo, comunicar com antecedência à direção ou secretaria)