REDESCOBRINDO A MATEMÁTICA

 

HISTÓRIA DA MATEMÁTICA

DETETIVE

A Matemática surgiu para resolver problemas do dia-a-dia, relacionados a agricultura, medidas, agrimensura e arquitetura. A Matemática sempre será uma ciência fundamental na vida dos homens. Os nossos ancestrais, usaram a matemática para contar, trocar e realizar grandes comércios. A partir daí, a matemática foi cada vez mais se aperfeiçoando.

Adição, subtração, multiplicação, divisão, raiz quadrada, potência, frações, razões, equações, inequações, termos, leis, conjuntos, etc, todos esses princípios e centenas de milhares de outros estavam dentro da ciência complexa, difícil, explicável e lógica que se chamava Matemática.

Antigos acreditavam que a soma de duas unidades de algo, somado a mais outras duas unidades de algo, daria quatro. Comprovado pela matemática de sumérios, os primeiros grandes astrônomos e filósofos deram o essencial a essa complexidade. Vários povos se destacaram, como os egípcios, sumérios, babilônios e gregos. Grandes mentes surgiram e inventaram outros princípios mais complexos e mais difíceis.

 1. REGISTRANDO QUANTIDADES

          Há muito tempo, quando os eres humanos eram nômades, se abrigavam em cavernas e viviam da caça e coleta de alimentos, eles faziam as primeiras contagens. Atualmente, por meio de escavações arqueológicas, foram encontrados ossos e pedaços de madeira com uma ou várias séries de marcas regularmente espaçadas. acredita-se que o método de entalhar para registrar quantidades surgiu entre 35 000 e 20 000 anos atrás. 

Tempos  depois, as pessoas começavam a fixar sua moradia, aprender a cultivar vegetais e criar animais. Nessa época, as contagem eram feitas por meio de comparação de objetos na correspondência um para um.

           Por exemplo, para controlar a quantidade de ovelhas de seu rebanho, um pastor fazia corresponder a cada ovelha um pedrinha. Para cada ovelha que soltava do pasto, ele separava uma pedrinha.

ovelhas

           Quando chegava a hora de recolher o rebanho do pasto, o pastor retirava uma pedrinha, das ue tinha separado, para cada ovelha recolhida. Ao terminar a contagem, caso houvesse uma pedrinha sobrando, significava que alguma ovelha havia se perdido.

             As pessoas também faziam correspondência utilizando os dedos das mãos e registrando quantidades fazendo nós em cordas.

nós em cordamãos

              Ao longo dos séculos, outras atividades foram surgindo, e eleas exigiam novas formas de contagem e registro. Surgiram, então, vários sistemas de numeração usados por diferentes civilizações em seus registros numéricos.

               Sistemas de numeração é um conjunto de símbolos e regras usado para a expressão oral e escrita dos números.

                Vamos conhecer alguns desses sistemas.

1. SISTEMA EGÍPCIO DE NUMERAÇÃO

                Um dos mais antigos sistemas de numeração de que se tem notícia é o da civilização egípcia, que habitava o Vale do Rio Nilo entre 4 500 a.C. (antes de Cristo) e 300 a.C.

                 Os registros dos números antes eram feitos pelos escribas egípcios em papiros, placas de barro, monumentos ou túmulos.

No Egito Antigo, os escribas tinham a função de registrar os acontecimentos do reino, além de serem responsáveis pela contabilidade dos templos.

O papiro é confeccionado com o talo de uma planta de mesmo nome. É um material próprio para a escrita.

                       Para representar os números, os egípcios adotaram sete símbolos. 

símbolos egípcios       

 

 BIBLIOGRAFIA:

Matemática - Ensino Fundamental, Miranda, Diair Terezinha Lima. Anzzolin, Vera Lúcia Andrade. Melão, Walderez Soares. Soud, Rogério.

 Matemática: fazendo a diferença, 6º ano/José Roberto Bonjornno... [et al.].- Ed. renovada. - São Paulo: FTD 2009.